domingo, 29 de maio de 2016

LIVRO É NOTÍCIA #A REENCARNAÇÃO COMO LEI BIOLÓGICA

LIVRO É NOTÍCIA

A REENCARNAÇÃO COMO LEI BIOLÓGICA

“A genética é, sem dúvida, uma das áreas da ciência que tem fornecido os mais fortes indícios que credenciam a teoria da reencarnação como hipótese científica válida. Tenho certeza de que ainda vai nos fornecer muito mais, pelo trabalho fantástico que vem sendo desenvolvido em vários países do mundo por cientistas muito mais engajados com a transformação do planeta do que imaginam” – afirma o Dr. Décio Iandoli Jr. em seu mais novo livro: “A reencarnação como lei biológica”.

O autor é médico-cirurgião, com doutorado em medicina pela Universidade Federal Paulista e autor dos livros “Fisiologia transdimensional” e “Ser médico e ser humano”. É professor titular da cadeira de Fisiologia da Universidade Santa Cecília e vice-presidente da Associação Médico-Espírita de Santos.

Movido pelas ideias e pesquisas do Dr. Hernani Guimarães Andrade, fundador do Instituto Brasileiro de Pesquisas Psicobiofísicas, cientista e pesquisador reconhecido internacionalmente, com 15 livros publicados sobre o assunto, Décio Iandoli procurou reunir alguns dos inúmeros argumentos científicos que apontam o caminho da reencarnação como lei biológica.

Abordando a dificuldade da ciência em esclarecer, através do DNA, a complexidade do ser humano, o autor afirma que “quanto mais procuramos, mais percebemos que a explicação não será encontrada na matéria física, que o paradigma materialista se mostra incompetente para avançar de maneira significativa nesses estudos.” Esgotados os recursos desenvolvidos para encontrar a “alma humana” nas substâncias químicas, os defensores do materialismo voltam-se, agora, para as proteínas. “Isto é importante – destaca – pois o fato de acreditarmos em um paradigma espiritualista, não implica abandonarmos os estudos e o conhecimento de todos os mecanismos físicos, até para que possamos identificar e delinear, de forma segura e precisa, a interface físico-etérica, pois o ponto exato da influência do espírito sobre a matéria ainda está por ser identificado, assim como os mecanismos fisiológicos transdimensionais que possibilitam essa relação. Só através de investigação rigorosa e dedicada chegaremos a entender esses mecanismos”.

“Pode-se até não concordar com o paradigma espiritualista – afirma o autor mais adiante, demonstrando a imparcialidade com que aborda o difícil tema da obra – mas rejeitá-lo como forma válida de ciência é errado. Muito do que vem sendo chamado de “pseudociência” é a nova revolução do conhecimento humano, que mais e mais se estrutura e ganha credibilidade por seus argumentos irresistivelmente racionais”.

Iniciando o livro com a temática da vida, o autor colocou, como epígrafe, uma citação de François Jacob, que marca a razão da dificuldade encontrada pelo paradigma materialista, até hoje, em definir satisfatoriamente o assunto: “É que o mais humilde organismo, a mais simples bactéria, já é uma coalizão de um imenso número de moléculas. Não há como supor que todas as partes tenham se formado independentemente no oceano primevo, tenham se encontrado por acaso, um belo dia, e, de repente, tenham se disposto num sistema de tal complexidade”.

O livro aborda, ainda, considerações sobre “Genética”, “Evolução das espécies”, “O mistério das borboletas”, “Experiência de quase-morte”, “Lembranças de vidas passadas”, “Marcas de nascença e malformações congênitas”, “Dualidade cérebro-mente”, “Intolerância” e “Para onde nos levará a reencarnação?”. Um Glossário, no final do livro, permite ao leitor a plena compreensão da terminologia técnica, indispensável na abordagem dos temas.

“A reencarnação como lei biológica” tem o formato 14x21cm, com 200 páginas e é uma publicação da FE Editora Jornalística Ltda (Av. Pedro Severino, 325 – Jabaquara – CEP 04310-060 São Paulo, SP – telefone (11) 5585-1977 – folhaespirita@uol.com.br).



SERVIÇO ESPÍRITA DE INFORMAÇÕES
Boletim SEI: E-mail: boletimsei@gmail.com

Sábado, 4/12/2004 - no 1914

Nenhum comentário:

Postar um comentário