terça-feira, 17 de maio de 2016

A vingança

A vingança é o último vestígio abandonado pelos costumes bárbaros, que tendem a se apagar do meio dos homens. Ela é como o duelo, um dos últimos vestígios desses costumes selvagens sob os quais se debatia a Humanidade no início da era cristã. Por isso, a vingança é um indicio certo do estado atrasado dos homens que a ela se entregam, e dos Espíritos que podem ainda inspirá-la.


Portanto, meus amigos, esse sentimento não deve jamais fazer vibrar o coração de que se diga e se afirma espirita. Vingar-se, vós o sabeis, é de tal modo contrário a esta prescrição do Cristo: “Perdoai aos vossos inimigos”, que aquele que se recusa a perdoar, não somente não é espirita, como não é nem mesmo cristão. A vingança é uma inspiração tanto mais funesta quanto a falsidade e a baixeza são suas companheiras assíduas; com efeito, aquele que se entrega a essa fatal e cega paixão não se vinga quase nunca a céu aberto.

“Trecho extraído do Evangelho Seg: o Espiritismo De Allan Kardec cap: 9”
Comentários de (Neide Fernandes Chagas)

Caros amigos, ainda hoje vemos quanta hipocrisia existe entre a humanidade, e digo mais os centros Espíritas estão cheio deles.

Frequentam, oram, aprendem, mas ainda não conhecem Jesus, pois na primeira oportunidade agem como a lei de Moisés, vingam-se de tudo e de todos, basta que não se façam como eles querem, são orgulhosos, vingativos e recusam, sobretudo a palavra perdão. E o pior disto tudo não se vingam a céu aberto como diz o  Evangelho e sim sempre às escuras ou seja (pelas Costas).

É claro e notório que criaturas que agem dessa maneira tentam parecer cordeiros, mas por dentro escondem um réptil asqueroso, pois atraem as pessoas com palavras de amizade e depois na primeira oportunidade em que se vê contrariado, em seu orgulho e egoísmo deixam a máscara cair, porque a Deus nada fica escondido, tudo ELE sabe, tudo ELE vê. Palavras bonitas, orações decoradas podem enganar muitas pessoas, mas Deus que conhece a cada coração lamenta por tal atitude, pois sabe o quanto tais criaturas estão se endividando com as leis do Universo.

Se essas pessoas pudessem se olhar sem a máscara em que se escondem teriam horror de si mesmo, pois a boca não fala do que contem dentro de seu coração, pois perante aos outros, falam manso e com doçura. Mas seu coração está cheio de ódio, rancor
e não pensam uma única vez que a Deus e a Espiritualidade maior não conseguem se mostrar sem essa máscara de hipocrisia.

O covarde que se vinga dessa maneira é cem vezes mais culpável do que aquele que vai direto ao seu inimigo e o insulta de rosto descoberto.

Devemos ter muito cuidado e procurar não agir desta forma, pois como já disse cada ação terá sua reação. Vamos vigiar ao máximo nossos atos e palavras e procurar melhorarmos mais nossos sentimentos para com o próximo.

Lembrem-se Jesus disse orai e vigiai.


Nenhum comentário:

Postar um comentário