domingo, 22 de maio de 2016

LIVRO É NOTÍCIA #ESTUDO DA OBRA DE ANDRÉ LUIZ


“Jamais permitiu Deus que o homem recebesse comunicações tão completas e instrutivas como as que hoje lhe são dadas.” (“O Livro dos Espíritos”, questão 625).


A afirmativa acima, constante de nossa obra básica, destaca perfeitamente um dos traços distintivos do Espiritismo: trazer informações, e não especulações ou alegorias, acerca do universo e da vida, bem como sobre a posição e destino do homem na Criação e, apenas como exemplo, para evidenciar essa contribuição inteiramente nova, poderíamos lembrar o estudo da Justiça Divina constante da obra “O Céu e o Inferno”, no qual, pela primeira vez, dispúnhamos dos depoimentos de setenta e duas individualidades desencarnadas que, numa amostragem ampla, ilustravam as variadas situações com que se defronta o espírito logo após deixar a vida material (espíritos felizes, em condição mediana, sofredores, suicidas, entre outras), bem como em futuras existências, numa perfeita exemplificação do funcionamento das leis de causalidade e progresso, sob a condução da sabedoria e da misericórdia divinas. E, realmente, a gama de assuntos apresentados na Codificação é extensa, incluindo, além da reencarnação e da Lei de Causa e Efeito, a natureza e o papel da mediunidade, as diferentes ordens de espíritos, nosso contato habitual com os desencarnados, a origem espiritual do grupo familiar, além de um amplo estudo do Evangelho, não apenas em seu aspecto moral, mas incluindo também os feitos extraordinários e as predições do Mestre, uma das quais se cumpre com a chegada da Doutrina Espírita, o Consolador por Ele prometido.

Quase oitenta anos se passaram até que novo fluxo de informações chegasse até nós por meio das obras de André Luiz recebidas pelo médium Francisco Cândido Xavier. É fato que nesse período contribuições expressivas foram recebidas através de médiuns idôneos em nosso país e no exterior, mas os 13 livros que compõem a série “A vida no mundo espiritual” não têm paralelo na literatura doutrinária anterior pela variedade e abrangência de seus temas e riqueza de detalhes com que nos apresentam a vida na espiritualidade.

“A vida no mundo espiritual – estudo da obra de André Luiz”, recentemente editado pela Federação Espírita Brasileira (FEB), é uma obra de consulta, destinada a facilitar o estudo dos livros de André Luiz, não se propondo a substituir a leitura dos textos integrais daquele autor. Com esse objetivo foram feitos resumos dos treze livros e de seus respectivos capítulos, deixando estes de ser resumidos em “Evolução em dois mundos” e “Mecanismos da mediunidade” face ao caráter especial dessas obras. Mesmo assim, são 324 resumos (13 dos próprios livros e 311 dos capítulos) evidenciando o exaustivo trabalho realizado pela equipe coordenada por Geraldo Campetti Sobrinho. É oportuno acrescentar que para a elaboração dos resumos foram feitos os seguintes questionamentos sobre o texto: “Qual o seu objeto?” “Qual o seu objetivo?” “Qual a metodologia adotada pelo autor e quais as conclusões a que chegou?” Obedecendo a este método, os resumos alcançaram um razoável grau de padronização, em que a essência dos textos foi apreendida de forma metódica, para atender à exigência do leitor e à finalidade da obra.

Além dos resumos, o livro apresenta minibiografias dos personagens citados nas obras, uma coletânea de orações, o índice geral consolidado, um glossário com termos menos usuais empregados por André e antecipações científicas e tecnológicas constantes daquela série.

Parece-nos adequado concluir este breve comentário com as observações de outro conhecido orientador espiritual que, assim como André Luiz, tem nos trazido valiosos e interessantíssimos relatos sobre a vida na espiritualidade através do médium Divaldo Pereira Franco. Referimo-nos a Manoel Philomeno de Miranda que, utilizando aquele medianeiro, assina a Apresentação da obra, na qual assim se expressa:

“Podemos dividir os períodos que dizem respeito ao desdobramento das revelações espíritas a respeito do mundo transcendente em antes e depois de André Luiz, embora tenha havido contribuições valiosas de outros médiuns no exterior e no Brasil...

Ninguém, até este momento, depois de apresentado o Espiritismo, conseguiu ser mais fiel e profundo nas informações em torno da vida no corpo e fora dele que o digno esculápio desencarnado, que optou pelo anonimato, criando o pseudônimo pelo qual se tornou conhecido...

Esse manancial de bênçãos, que são as suas obras mediúnicas, através da de¬dicação exemplar do venerando médium Francisco Cândido Xavier, que soube transformar o ministério em sacerdócio incomum, alcançando o estágio de mediunato, retorna agora aos leitores sintetizado no presente livro, ensejando amplas possibilidades de consultas, reflexões, pesquisas e conhecimentos edificantes...

Aos respeitáveis missionários André Luiz e Francisco Cândido Xavier, o médium de que se utilizou, a nossa mais profunda gratidão e a súplica ao Senhor da vida para que os conduza pelos infinitos caminhos da Espiritualidade em clima de harmonia e plenitude.”

“A vida no mundo espiritual – estudo da obra de André Luiz” tem 752 páginas e 16,5x23,5cm. Pode ser adquirido em www.feblivraria.com.br.


Nenhum comentário:

Postar um comentário