quinta-feira, 28 de abril de 2016

REVELAÇÕES DE ANDRÉ LUIZ EM REVISTA CIENTÍFICA

REVELAÇÕES DE ANDRÉ LUIZ EM REVISTA CIENTÍFICA

As informações inusitadas sobre fisiologia humana, principalmente sobre a glândula pineal, e os processos sobre os quais se originam doenças revelados pelos livros do Espírito André Luiz, psicografados por Chico Xavier, foram objeto de um artigo para uma importantíssima revista médica europeia chamada “Neuroendocrinology Letters”, de repercussão mundial. O acontecimento virou notícia na edição de número 113, do primeiro trimestre do ano, da revista “Saúde & Espiritualidade”, da Associação Médico-Espírita do Brasil (AME-Brasil), que publicou a matéria “Mediunidade de Chico Xavier faz parte da literatura científica mundial”, assinada pelo endocrinologista Jorge Cecílio Daher Júnior, atual secretário da AME-Brasil.

“André Luiz antecipou informações que foram postuladas, pesquisadas e confirmadas 60 anos depois da publicação do livro ‘Missionários da Luz’. A publicação do artigo intitulado ‘Historical and cultural aspects of the pineal gland: comparison between the theories provided by Spiritism in the 1940s and the current scientifc evidence’ (Aspectos históricos e culturais da glândula pineal: uma comparação entre as teorias apresentadas pelo Espiritismo na década de 1940 e as atuais evidências científicas) representa um marco histórico, pois coroa a entrada de Chico Xavier em uma das mais respeitadas bases de dados da literatura médica mundial, o PubMed. O artigo demonstrou que a mediunidade é uma forma de obtenção não usual do conhecimento e que Francisco Cândido Xavier, através de André Luiz, trouxe colaboração inusitada à Ciência Médica” – ressalta a matéria.

Liderado pelo Dr. Giancarlo Luchetti, o estudo, que contou com o apoio do Departamento de Pesquisas da AME-Brasil, levantou as informações sobre a glândula pineal contidas nos livros de André Luiz, comparando-as com os conhecimentos da época em que as obras foram produzidas e também com os conhecimentos que a ciência obteve nos últimos anos.

“[...] em 1945, o livro ‘Missionários da Luz’ trouxe 21 informações a respeito da glândula pineal em apenas dois capítulos do extenso livro. [...] A título de informação, durante toda a década de 1950, os artigos médicos sobre a glândula pineal publicados na literatura científica não somam uma centena. Na última década, ultrapassam dez mil artigos” – explica o autor da matéria, ressaltando mais à frente que o artigo foi publicado em uma revista de endocrinologia, especialidade eminentemente técnica e não especulativa, e por editores que têm por linha editorial a divulgação de revisões de conhecimentos sólidos na área da Neuroendocrinologia. “Isso significa que a aceitação do artigo para publicação, sem exigência de revisão, pode ser entendida como a aceitação que as informações de André Luiz eram cientificamente válidas e apropriadas.”

A matéria completa pode ser lida em http://pt.calameo.com/read/000143697bd48a366b974, onde está também a íntegra, em inglês, do estudo.

Nota do SEI: em 2004, em sua edição de 40 anos, o “Anuário Espírita”, publicação do Instituto de Difusão Espírita, de Araras (SP), trouxe revelação sobre a verdadeira identidade do Espírito André Luiz. Foi feita pelo próprio médium Chico Xavier ao autor do texto, Hércio Marcos Cintra Arantes, em 20 de fevereiro de 1993, tendo como testemunha um grupo de amigos, dentre os quais Dorival Sortino, presidente das Casas Fraternais O Nazareno, de Santo André (SP). Segundo revelou Chico, com naturalidade, André Luiz era o pseudônimo escolhido pelo Espírito Carlos Chagas, o grande médico sanitarista brasileiro, descobridor da Doença de Chagas. Sem esta revelação, muito dificilmente se saberia a real identidade de André Luiz, cuja biografia estava toda truncada, como também já havia dito Chico ao confrade Hércio, no ano de 1964.


SERVIÇO ESPÍRITA DE INFORMAÇÕES
Boletim SEI: E-mail: boletimsei@gmail.com

Junho 2014 – no 2237

Nenhum comentário:

Postar um comentário