terça-feira, 21 de junho de 2016

Maria...Mãe - Ternura

Maria...Mãe - Ternura


Maria, mãe tão amada, existem religiosos,que não são capazes de refletir: Cristo era DEUS,

se fez pequenino,

se fez menino,

se fez teu filho!

Tua alegria!

Quis depender de ti, ser guiado nos primeiros passos, ser carregado em teus braços...

Maria, mãe tão amada, mesmo calada, meditava, ouvia a voz do Espírito...

Ninguém foi mais apóstolo, ninguém evangelizou tanto...

"FAZEI TUDO O QUE ELE MANDAR"

Assim foi dito, nas bodas de Caná

O primeiro milagre...

Jesus atendeu um pedido teu!

Maria, mãe tão amada, imagino-te pacífica, voz doce... Tranqüila semblante sereno... Suave... Mãe amorosa...

Ao mesmo tempo, forte e vigorosa... Assim também, Maria- Ternura, interceda por nós...
Às vezes, nos descontrolamos, perguntamos a teu filho:

“Por quê?"

Às vezes a dor nos invade, o peito parece explodir... e ELE silencia, MÃE!

Mas no seu silêncio nos mostra que foi o homem humilhado,
que foi o homem da cruz...

Mas coroou-te de glórias e fez de ti a Mãe da Humanidade...

Mãe... Na verdade, nem precisamos de resposta Ele nasceu de ti...

Sofreu...

Morreu...

VENCEU!

ELE JÁ É A PRÓPRIA RESPOSTA!



Maria José Zanini Tauil

Nenhum comentário:

Postar um comentário