terça-feira, 14 de junho de 2016

Lei moral:

Lei moral:


Portanto, ninguém está perdido. Cada qual tem a oportunidade que merece. Se um pai humano, que é imperfeito e mau, não é capaz 
de condenar eternamente seu filho, por pior que seja, quanto 
mais Deus, que é o pai Misericordioso e perfeito. 

Que faz chover sobre os bons e os maus,  que faz com que a luz do sol ilumine os justos e injustos, indistintamente.

Disse o Cristo:- ninguém poderá ver o Reino dos Céus se não nascer de novo” – Referia-se ao nascimento moral das criaturas, isto é, 
ao nascimento pela” água e pelo espírito”. 

Daí sabemos que a vida é sempre uma nova oportunidade de reconciliação com os ideais superiores do bem e da verdade.

Seguir o exemplo vivo de Jesus deve ser o ideal de todo cristão. 

Não adianta permanecer orando o tempo todo. O importante é a prática, é a vida de todos os dias, como disse Tiago 


“A FÉ SEM OBRAS É MORTA”.

E por falar em fé, veja como está sua vida!

* como você vem tratando seus familiares: seu pai, sua mãe, seus irmãos, seu esposo ou sua esposa, seus filhos?

* Como você trata as pessoas estranhas?

* Como você se conduz no trabalho, na escola, no clube, na via pública em relação às outras pessoas com quem convive?

* Como você reage a uma ofensa? A um gesto de agressão? A uma calunia? A uma ingratidão? A uma decepção na vida?

* Como você reage a um problema familiar? A perda de um ente querido? A uma doença incurável?

* E o que você vem fazendo em favor dos outros?



Trecho extraido do
Evangelho seg: o Espíritismo
Cap; xi

Nenhum comentário:

Postar um comentário