quarta-feira, 22 de junho de 2016

Maria

Maria



 Maria, anjo feito mulher, mãe de todas as mães, dilacerado foi Vosso doce coração, ao provar o fel da dor ante o calvário em que Vosso amado Filho pereceu.

No silencio da Vossa dor, submissa ao Supremo Criador, entregastes as flores do Vosso pranto aos pés do Altíssimo.

Maria, Senhora de toda luz e pureza, ensinai a este Vosso servo a grandeza da humildade. Missionária abnegada de todas as horas ensinai-me a ver nos filhos que a bondade divina me de a presença do Vosso próprio Filho; Que eu os conduza ao caminho da luz, da compreensão e dos ensinamentos de Deus.

Mãe amada, espelho de ternura, envolvei-me em Vosso manto, para que eu esteja protegido das tentações que possam desviar meu caminho.

Doce Maria, na Vossa humildade, Vos tornastes a Rainha; de Vosso ventre puro, trouxestes ao mundo o Menino-Rei, a mais brilhante estrela do céu.

Que sob Vossa proteção eu possa dizer como o fizestes.

Eis aqui a escrava do Senhor; cumpra-se em mim segundo a Vossa vontade.


Marina C. Cruz


Nenhum comentário:

Postar um comentário