quinta-feira, 11 de agosto de 2016

ESCLARECENDO DÚVIDAS




Centro Espírita
Eurípedes barsanulfo



eSCLARECENDO
DÚVIDAS



(Introdução à Doutrina Espírita)












1.          O QUE É O ESPIRITISMO?

      O ESPIRITISMO É UMA DOUTRINA DEFINIDA POR ALLAN KARDEC COMO: "A CIÊNCIA QUE TRATA DA ORIGEM, NATUREZA E DESTINO DOS ESPÍRITOS BEM COMO DAS RELAÇÕES ENTRE O MUNDO CORPORAL E O MUNDO ESPIRITUAL." SEUS ENSINOS REPOUSAM NA CRENÇA EM DEUS, NA IMORTALIDADE DA ALMA, NA COMUNICABILIDADE DOS ESPÍRITOS, NA REENCARNAÇÃO, NA PLURALIDADE DOS MUNDOS HABITADOS E QUE TEM A SUA ESTRUTURA FILOSÓFICA ESTATUIDA EM " O LIVRO DOS ESPÍRITOS ".
      O ESPIRITISMO, COMO CIÊNCIA PRÁTICA, CONSISTE NAS RELAÇÕES QUE SE ESTABELECEM ENTRE NÓS E AS ALMAS DOS HOMENS QUE JÁ VIVERAM NA TERRA. COMO FILOSOFIA, COMPREENDE TODAS AS CONSEQUENCIAS MORAIS DERIVADAS DESSAS RELAÇÕES, SEM A CIÊNCIA O ESPÍRITO SERÁ DESATENTO, SEM A FILOSOFIA NÃO TERÁ HABILIDADE ANÁLÍTICA, NÃO TERÁ SOLIDA ARGUMENTAÇÃO RACIONAL.
      COM O ESPIRITISMO OS VALORES HUMANOS PROJETAM-SE ALÉM DA EXISTÊNCIA CORPOREA; A EXISTÊNCIA MATERIAL É SUPERADA PELA ESPIRITUALIDADE DA ESSÊNCIA, O SER ETERNO É RESPONSÁVEL PERANTE A SUA CONSCIÊNCIA, EM FACE DA LEI NATURAL, DE CARÁTER PEDAGÓGICO.
      DEMONSTRANDO LEIS NASCIDAS DA OBSERVAÇÃO, DESPOJA SEUS SEGUIDORES DE TUDO QUE É SUPÉRFLUO, INUTIL E SEM FUNDAMENTO. LIBERTA DE PSEUDO-REGRAS MORAIS, DE CRENÇAS, PRECONCEITOS E SUPERSTIÇÕES. NELA NÃO HÁ PROIBIÇÕES, ESCOLHECE-SE O QUE É MAIS CONVENIENTE. A DOUTRINA ESPÍRITA AMPLIA O DISCERNIMENTO NO USO DO LIVRE-ARBÍTRIO, PARA EVITAR O QUE CONFLITA COM A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO IMORTAL.
      O ESPIRITISMO ALÉM DE SER UM FENÔMENO CIENTÍFICO É UMA NOVA INTERPRETAÇÃO DO HOMEM, DE SEU DESTINO ESPIRITUAL E ÉTICO RELACIONADO COM O PROCESSO SOCIAL E HISTÓRICO DA HUMANIDADE. O ESPÍRITO ENCARNA E DESENCARNA E SE INSTALA NA SOCIEDADE PARA A TRANSFORMAR, ATRAVÉS DO SEU PROGRESSO E EVOLUÇÃO PALINGENÉSICA, MOVIMENTA A HISTÓRIA DANDO AO SEU PROCESSO VERDADEIRA INTENCIONALIDADE TELEOLÓGICA.

2.          ONDE FICA O ESPÍRITO DE UMA PESSOA VIVA?

      NÃO PODERIAMOS INDICAR UM ÓRGÃO PARA PRECISAR O LOCAL DO ESPÍRITO, MAS PODERIAMOS DIZER QUE ELE ESTÁ EM TODAS AS CÉLULAS DO CORPO, ASSIM COMO DEUS ESTÁ EM TODAS AS PARTES DA CRIAÇÃO.


3.     DE QUE FORMA SURGIU O ESPIRITISMO?

      DIVERSOS FENÔMENOS ESTRANHOS QUE CONSISTIAM EM RUIDOS, BATIDAS E MOVIMENTO DE OBJETOS SEM CAUSA CONHECIDA CHAMARAM A ATENÇÃO NOS ESTADOS UNIDOS, POR VOLTA DE 1848. O INTERESSANTE É QUE ACONTECIAM COM FREQÜÊNCIA, ESPONTANEAMENTE, COM UMA INTENSIDADE E PERSISTÊNCIA SINGULARES.  ATRAVÉS DA OBSERVAÇÃO ATENTA DO FENÔMENO NOTOU-SE QUE OCORRIAM PARTICULARMENTE SOB A INFLUÊNCIA DE DETERMINADAS PESSOAS, ADEQUADAMENTE REFERIDAS COMO MÉDIUNS. OBSERVOU-SE TAMBÉM QUE ESSES MÉDIUNS PODIAM, DE CERTA FORMA, PROVOCÁ-LOS À VONTADE, O QUE PERMITIU REPETIR AS EXPERIENCIAS, TANTAS VEZES QUANTAS FORAM NECESSÁRIAS, PARA DOCUMENTAR-SE O FATO, ACUMULANDO DADOS ESTATÍSTICOS.
      PARA ESTAS EXPERIÊNCIAS USAVAM-SE MESAS, POR COMODIDADE E PORQUE ERAM OBJETOS MÓVEIS. É MAIS FÁCIL E NATURAL SENTAR-SE À MESA DO QUE EM VOLTA DE OUTRO OBJETO QUALQUER. OS RESULTADOS OBTIDOS FORAM A ROTAÇÃO DA MESA, MOVIMENTOS EM TODOS OS SENTIDOS, SALTOS, FLUTUAÇÕES, GOLPES DADOS COM VIOLÊNCIA, ETC. DESTA FORMA OBSERVOU-SE E DISCUTIU-SE O FENÔMENO DESIGNADO COM O NOME DE MESAS GIRANTES OU DANÇA DAS MESAS.
      VÁRIAS HIPÓTESES FORAM ENUMERADAS PARA EXPLICAR OS RESULTADOS OBTIDOS, COMO A PRESENÇA DE CORRENTE ELÉTRICA OU MAGNÉTICA OU MESMO A AÇÃO DE UMA ENERGIA DESCONHECIDA. AS HIPÓTESES INICIAIS DE KARDEC NÃO ERAM ESPÍRITAS, ERAM MATERIALISTAS.
      OS MOVIMENTOS OBEDECIAM À VONTADE; A MESA DESLOCAVA-SE PARA A DIREITA OU PARA A ESQUERDA, EM DIREÇÃO A DETERMINADA PESSOA DESIGNADA, OBEDECIA AO COMANDO DE FICAR SOBRE UM OU DOIS DE SEUS PÉS, BATIA NO CHÃO TANTAS VEZES QUANTAS FOSSEM PEDIDAS, ETC. ANALISANDO O FENÔMENO RACIOCINOU-SE QUE " SE TODO EFEITO TEM UMA CAUSA, TODO EFEITO INTELIGENTE DEVE TER UMA CAUSA INTELIGENTE ". CHEGOU-SE A UMA SÍNTESE: A CAUSA DEVIA SER UMA INTELIGÊNCIA, UMA VEZ QUE ESTA AFIRMAÇÃO ERA O MAIS PROVÁVEL E SUA NEGAÇÃO ERA ALTAMENTE IMPROVÁVEL. EM PESQUISA QUANDO UM CIENTISTA ENCONTRA UM RESULTADO ELE ENCONTRA TAMBÉM OUTRAS DUVIDAS. RESTAVA EXPLICAR A NATUREZA DESSA INTELIGÊNCIA. SURGIRAM HIPÓTESES: REFLEXO DA INTELIGÊNCIA DO MÉDIUM OU DOS ASSISTENTES? ESTA HIPÓTESE MOSTROU-SE INCONSISTENTE E FOI ABANDONADA. O CIENTISTA NÃO PODE TER PRECONCEITOS E ASSIM TIVERAM QUE ADMITIR A "HIPÓTESE DO ABSURDO", A EXISTÊNCIA DE UM SER INVISÍVEL.

4.     COMO EXAMINAR ESTA POSSIBILIDADE?

      O PLANO DE PESQUISA ELABORADO PREVIA, EM SEUS MÉTODOS, INICIAR-SE UM DIÁLOGO COM ESTE SER "DO MUNDO INVISÍVEL". A TÉCNICA EMPREGADA FOI UM NÚMERO CONVENCIONAL DE BATIDAS SIGNIFICANDO SIM OU NÃO OU DESIGNANDO AS LETRAS DO ALFABETO. OS RESULTADOS OBTIDOS, COM DIFERENTES PESQUISADORES E NÚMERO EXAUSTIVO DE EXPERIMENTOS, FORAM EXTREMAMENTE SATISFATÓRIOS.
      ALGUNS INCRÉDULOS NÃO PUDERAM ACEITAR AS EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS SUGESTIVAS DA EXISTÊNCIA DE UM MUNDO ESPIRITUAL. AINDA HOJE ESTÃO ENTRE NÓS, MESMO NA UNIVERSIDADE,  E POSSUEM CRENÇA PESSOAL FALSA, BASEADA NUMA INFERÊNCIA INCORRETA SOBRE A REALIDADE EXTERIOR E FIRMEMENTE SUSTENTADA A DESPEITO DO QUE QUASE TODO MUNDO ACREDITA, E APESAR DE QUE SE CONSTITUA EM EVIDÊNCIA, PROVA INDISCUTÍVEL E ÓBVIA DO CONTRÁRIO. O QUE IMPORTA NA CIÊNCIA NÃO SÃO AS OPINIÕES E SIM OS FATOS. DIZEM QUE NINGUÉM VOLTOU "DO OUTRO MUNDO" PARA NOS DAR INFORMAÇÕES, MAS É ERRO DIZÊ-LO E A MISSÃO DO ESPIRITISMO CONSISTE PRECISAMENTE EM NOS ESCLARECER ACERCA DESSE FUTURO, EM FAZER COM QUE, ATÉ CERTO PONTO, O TOQUEMOS COM O DEDO E O PENETREMOS COM O OLHAR, NÃO MAIS PELO RACIOCÍNIO SOMENTE, PORÉM, PELOS FATOS.
      ATRAVÉS DO MÉTODO SIMPLES FORAM OBTIDAS DIVERSAS RESPOSTAS PARA UM SEM NUMERO DE QUESTÕES QUE SE LHES DIRIGIAM. POR ISSO O FENÔMENO FOI DENOMINADO COMO "MESAS FALANTES". INTERROGADOS SOBRE A SUA NATUREZA ELES DECLARAM SER ESPÍRITOS.

5.     COMO EXPLICAR OS EFEITOS INTELIGENTES REVELADOS PELA EXPERIMENTAÇÃO?

      O FENÔMENO ASSUMIU DIMENSÃO RACIONAL, CIENTÍFICA E DOUTRINAL. O PROFESSOR RIVAIL (CONHECIDO HOJE COMO ALLAN KARDE) AFIRMOU QUE "NÃO FORAM OS FATOS QUE VIERAM A POSTERIORI CONFIRMAR A TEORIA, MAS A TEORIA É QUE VEIO, SUBSEQUENTEMENTE EXPLICAR E RESUMIR OS FATOS". É O PRÓPRIO FENÔMENO QUE REVELA A SUA CONDIÇÃO DE ESPÍRITO. O RACIOCÍNIO NÃO PRECISA EMITIR HIPÓTESE EXPLICATIVA, COMO OCORRE NAS CIÊNCIAS FÍSICAS. O ESPIRITISMO SE TORNA MAIS EXATO QUE AS CIENCIAS EXATAS.
      KARDEC VAI ALÉM E REVELA A FACETA MAIS BELA DO ESPIRITISMO NASCENTE QUE É O SEU LADO MORAL. DISCUTE O PROBLEMA DA FILOSOFIA QUE A CIÊNCIA "OFICIAL" POSITIVA NÃO RESOLVE, A QUESTÃO DA ATITUDE DO HOMEM PERANTE O HOMEM E O MUNDO, E A PROJEÇÃO DESSA ATITUDE COMO ATIVIDADE SOCIAL E HISTÓRICA.

6.     OS ESPÍRITOS SOFREM?

      O MÉTODO DE PESQUISA INICIAL NÃO ERA O MAIS ADEQUADO PARA A OBTENÇÃO DE INFORMAÇÕES MAIS VOLUMOSAS POR ISSO OS PESQUISADORES DESENVOLVERAM OUTRAS TÉCNICAS E COM ELAS COLHERAM RESULTADOS INTERESSANTES. UMA DELAS CONSISTIA NA ADAPTAÇÃO DE UM LÁPIS A UM OBJETO MÓVEL, COMO UM CESTO, UMA PRANCHETA OU OUTRO QUALQUER E SOBRE OS QUAIS SE COLOCAVAM OS DEDOS. DESTA FORMA O OBJETO COMEÇAVA A MOVIMENTAR-SE E COM ISSO APARECIAM OS SINAIS. POSTERIORMENTE VERIFICARAM QUE A MESMA AÇÃO QUE SE DAVA SOBRE O OBJETO INERTE PODIA AGIR DIRETAMENTE SOBRE O BRAÇO OU A MÃO DA PESSOA, CONDUZINDO O LÁPIS. O MÉDIUM ESCREVIA DE MODO INVOLUNTÁRIO, SOB O IMPULSO DOS ESPÍRITOS. A PARTIR DAÍ AS COMUNICAÇÕES FORAM NUMEROSAS E SE TORNARAM UM CAMPO ABERTO À PESQUISA. POR DEPOIMENTO DOS PRÓPRIOS ESPÍRITOS, PUDEMOS SABER DE SUAS ANGÚSTIAS, DE SEUS SOFRIMENTOS, DE SUAS CONQUISTAS E ALEGRIAS E, TAMBÉM, CONCLUIMOS QUE SÃO DIRETAMENTE PROPORCIONAIS AS REALIZAÇÕES PESSOAIS.

7.    EM QUE ALLAN KARDEC SE BASEOU PARA ESCREVER O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO?

      O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO É O ENSINAMENTO MORAL DO CRISTO.
AS MATÉRIAS CONTIDAS NOS EVANGELHOS PODEM DIVIDIR-SE EM CINCO PARTES : OS ATOS COMUNS DA VIDA DO CRISTO; OS MILAGRES; AS PREDIÇÕES; AS PALAVRAS QUE FORAM TOMADAS PELA IGREJA PARA FUNDAMENTO DE SEUS DOGMAS; E O ENSINO MORAL. AS QUATRO PRIMEIRAS TÊM SIDO OBJETO DE CONTROVÉRSIAS; A QUINTA, PORÉM, CONSERVOU-SE INATACÁVEL.
      CONSIDERANDO ESTA ÚLTIMA PARTE COMO CÓDIGO DIVINO,  O ROTEIRO INFALÍVEL PARA A FELICIDADE VINDOURA, KARDEC, COM  A AJUDA DOS BONS ESPÍRITOS, ACHOU ESSENCIAL PÔ-LA AO ALCANCE DE TODOS, MEDIANTE A EXPLICAÇÃO DAS PASSAGENS OBSCURAS E O DESDOBRAMENTO DE TODAS AS CONSEQÜÊNCIAS.
      A CADA CAPÍTULO, KARDEC CITA O ENSINAMENTO DE JESUS, A FONTE DE ONDE FOI RETIRADO E PROCURA EXPLICAR OS FATOS À LUZ DOS POSTULADOS ESPÍRITAS, COMO A IMORTALIDADE DA ALMA E A REENCARNAÇÃO. DESTA FORMA OS ESTUDIOSOS PODERÃO ENCONTRAR EXPLICAÇÕES LÓGICAS E RACIONAIS DE TEMAS QUE, MANTIDOS ATÉ HOJE NAS SOMBRAS DOS "MISTÉRIOS" OU "MILAGRES", PERMANECEM SEM SOLUÇÃO. COM A CHAVE DA REEENCARNAÇÃO NOS PERMITIMOS ABRIR A PORTA DO ENTENDIMENTO DAS MENSAGENS DE JESUS COMO  A "ESTRANHA MORAL".
      "SE ALGUÉM VEM A MIM E NÃO ODEIA SEU PAI E A SUA MÃE, A SUA MULHER E A SEUS FILHOS, A SEUS IRMÃOS E IRMÃS, MESMO A SUA PRÓPRIA VIDA, NÃO PODE SER MEU DISCÍPULO." (LUCAS, CAP. XIV, vv. 25 a 27 e 33.)

8.     KARDEC PUBLICOU OUTROS LIVROS?

      KARDEC PUBLICOU INICIALMENTE "O LIVRO DOS ESPÍRITOS", COM MAIS DE MIL QUESTÕES. É UM CÓDIGO DE RESPONSABILIDADE MORAL, INICIADO COM DUAS PROPOSIÇÕES ACERCA DE DEUS E DO INFINITO E ENCERRADO COM DUAS OUTRAS SOBRE O REINO DO CRISTO NOS CORAÇÕES E O REINADO DO BEM. JÁ "O LIVRO DOS MÉDIUNS" É UM VOLUME DE METODOLOGIA PARA O INTERCAMBIO. NELE HÁ O CONVITE AO EXAME SÉRIO E IMPARCIAL DAS MENSAGENS. É POSSIVELMENTE O PRIMEIRO TRATADO DE PSICOLOGIA EXPERIMENTAL. "O CÉU E O INFERNO" É LIVRO DE COGITAÇÕES FRANCAMENTE RELIGIOSAS. COMEÇA COM A ANÁLISE DO PORVIR HUMANO E TERMINA COM O DITADO DE JOSÉ, O CEGO, QUE ENCARECE A NECESSIDADE DO SOFRIMENTO NO SERVIÇO EXPIATÓRIO DA CONSCIÊNCIA CULPADA. O LIVRO "A GÊNESE" TRAZ TESES DE CIÊNCIA E FILOSOFIA. SÃO 18 CAPÍTULOS COM MAIS DE 100 ARTIGOS, SENDO 1/3 SOBRE PASSAGENS E LIÇÕES DE JESUS.

9.     EXISTEM AS CHAMADAS  CURAS ESPIRITUAIS?

      EMPREGANDO O VERBO ACREDITAR NO SENTIDO DE - TER COMO VERDADEIRO - RELEMBRAMOS QUE A CIÊNCIA É FEITA COM O USO AUTOCONSCIENTE DE NOSSAS FACULDADES MENTAIS, MAS O HOMEM NÃO POSSUI UMA MEDIDA ABSOLUTA DA VERDADE, DAÍ SUA RELATIVIDADE. O CIENTISTA NO SÉCULO VINTE PERDEU A SEGURANÇA QUE TINHA NO PASSADO, QUANDO SURGIU A PRIMEIRA UNIVERSIDADE PARA SER LOCAL DE CULTIVO DA CIÊNCIA NÃO RELIGIOSA. RELIGIÃO COMPREENDIDA NO CONTEXTO DOGMÁTICO E HIERÁRQUICO DE LIDES MEDIEVAIS. HOJE, NO ENTANTO, SUAS PRÓPRIAS CERTEZAS CIENTÍFICAS FORAM SUBSTITUIDAS POR PROBABILIDADES.
      A CIÊNCIA É UM CONJUNTO DE DECLARAÇÕES OU AFIRMAÇÕES QUE SÃO ASSUMIDAS COMO VERDADES SOBRE A REALIDADE. UMA PROVA EM TERMOS CIENTIFICOS, SIGNIFICA O PROCESSO GLOBAL ATRAVÉS DO QUAL CONCLUIMOS QUE UMA AFIRMAÇÃO É MAIS ACEITÁVEL DO QUE UMA NEGAÇÃO. NO ENTANTO, MUITAS PESSOAS NÃO ESTÃO DISPOSTAS A EXECUTAR ESSE TRABALHO E FAZEM SEUS JULGAMENTOS DE FORMA PRECIPITADA E LEVIANA, MESMO ANTES DE EXAMINAR OS FATOS COM PROFUNDIDADE. OS ESPÍRITOS TÊM OFERECIDO DIVERSAS EVIDÊNCIAS SUGESTIVAS DE SUAS HABILIDADES ATRAVÉS DE SEUS INSTRUMENTOS MEDIÚNICOS.
A PSICOGRAFIA DE FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER JÁ ESTEVE DIANTE DOS TRIBUNAIS EM MAIS DE UMA OPORTUNIDADE. POR VOLTA DE 1944, NO FORO DO RIO DE JANEIRO FOI SUSCITADA UMA QUESTÃO DE DIREITOS AUTORAIS. TRATRAVA-SE DE ESCLARECER SE DETERMINADOS LIVROS PUBLICADOS PELA FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA, FORAM VERDADEIRAMENTE DITADOS PELO ESCRITOR HUMBERTO DE CAMPOS AO MÉDIUM MINEIRO. SE FIRMADA POR SENTENÇA A NEGATIVA HAVERIA SANÇÃO PENAL CONTRA A EDITORA, MAS SE POSITIVA OCORRERIA INDENIZAÇÃO POR PERDAS E DANOS, O ÔNUS DA RÉ.
AO TÉRMINO DO PETITÓRIO O MERITÍSSIMO JUIZ DEU GANHO DE CAUSA À FEDERAÇÃO ESPÍRITA, POR IMPROCEDENTE A AÇÃO. "PETITÓRIO ILÍCITO E JURIDICAMENTE IMPOSSÍVEL". A AÇÃO JUDICIAL ESTÁ DESCRITA NO LIVRO "A PSICOGRAFIA ANTE OS TRIBUNAIS", DE MIGUEL TIMPONI, ONDE ENCONTRAMOS TRÍPLICE ASPECTO: JURÍDICO, CIENTÍFICO E LITERÁRIO.
      RECENTEMENTE UM PROFESSOR UNIVERSITÁRIO ESPECIALIZADO, DR. CARLOS AUGUSTO PERANDRÉA, FEZ UM ESTUDO GRAFOSCÓPICO DE MENSAGENS PSICOGRAFADAS PELO MESMO MÉDIUM. O ESTUDO SE BASEIA NA ASSINATURA DO ESPÍRITO, QUANDO ENCARNADO E, DEPOIS, VINDO DO OUTRO MUNDO E ATUANDO ATRAVÉS DO MEDIUM. É UM TRABALHO INÉDITO EM TODO O MUNDO E APRESENTA METODOLOGIA CIENTÍFICA CAPAZ DE COMPROVAR A AUTENTICIDADE DAS MANIFESTAÇÕES ESPIRITUAIS E SOBREVIVÊNCIA DA ALMA APÓS A MORTE DO CORPO FÍSICO. APÓS ESTES EXEMPLOS PERGUNTAMOS VOCÊ ACREDITA NAS PSICOGRAFIAS? O CONJUNTO DE RESULTADOS OBTIDOS PELOS EXPERIMENTADORES SÉRIOS, COM DIVERSOS MÉDIUNS EM TODAS AS PARTES DO GLOBO TERRESTRE, PERMITE CONCLUIR QUE A NEGAÇÃO DA REALIDADE DO FENÔMENO É UMA POSIÇÃO DIFÍCIL DE SER SUSTENTADA. PODEREMOS INFERIR, POR OUTRO LADO, QUE SE OS ESPÍRITOS SÃO CAPAZES DE FAZER PRODÍGIOS COM O LÁPIS, COMO O ESPÍRITO HUMBERTO DE CAMPOS, OU COM O PINCÉL, COMO ESPÍRITO RENOIR, ELES CERTAMENTE SERÃO TAMBÉM CAPAZES DE OBTER BONS RESULTADOS COM O BISTURÍ, PRINCIPALMENTE SE FOREM CIRURGIÕES DESENCARNADOS.



10.     ESTAS CURAS PODEM SER AVALIADAS CIENTIFICAMENTE?
      LEMBRANDO O PROFESSOR ROTBERG, DE SÃO PAULO, ACHAMOS QUE UMA METODOLOGIA PARA AVALIAÇÃO DE CURAS POR ENTIDADES ESPIRITUAIS PASSA POR UM PLANO DE TRABALHO COM INÚMERAS EXIGÊNCIAS, QUE SÓ PODERIAM SER CUMPRIDAS SE EXISTISSE, POR PARTE DA INSTITUIÇÃO DE PESQUISA UNIVERSITÁRIA, A OPÇÃO POLÍTICA PELA INVESTIGAÇÃO. NO ENTANTO, A SUA NEGAÇÃO PURA E SIMPLES EQUIVALE HOJE A UMA CONFISSÃO DE IGNORÂNCIA.

11.     O QUE É A MORTE?
      A RESPOSTA DEPENDE DA VERTENTE DA CIÊNCIA EM QUE SE INSERE O PESQUISADOR. FAÇA-O RESPONDER PRIMEIRO A PERGUNTA:  O QUE SOMOS?  SE ELE RESPONDER QUE SOMOS IMPULSOS ELETROQUÍMICOS NUM BIOCOMPUTADOR QUE SE ORIGINOU POR ACASO, NUM UNIVERSO DE PARTICULAS MATERIAIS MORTAS E QUE SE MOVIMENTAM ALEATORIAMENTE, CERTAMENTE A MORTE É O NADA. EMBORA ISTO SEJA APENAS UMA QUESTÃO DE FÉ, UMA VEZ QUE A CIÊNCIA AINDA NÃO O DEMONSTROU. ALIÁS A CIÊNCIA ENQUANTO ESTIVER VOLTADA PARA FORA E PARA A OBSERVAÇÃO DO EXTERIOR NADA PODE DIZER A RESPEITO DO SIGNIFICADO E DO PROPÓSITO DA VIDA. FOI RHINE QUEM DISSE QUE "É CHOCANTE, MAS VERDADEIRO QUE HOJE CONHECEMOS MELHOR O ÁTOMO, QUE A MENTE QUE CONHECE O ÁTOMO".
      A VERTENTE ESPIRITUALISTA DA CIÊNCIA POSSUI OUTRA LEITURA DA MORTE. O ESPÍRITA VÊ A MORTE COMO A INTERRUPÇÃO DO FENÔMENO DA REENCARNAÇÃO. LOGO QUE OCORRE O DESENLACE PELA MORTE DO CORPO FÍSICO O ESPÍRITO, SE FOR UM SER LÚCIDO, ELE RECUPERA A PLENITUDE DAS SUAS FACULDADES. COM A MORTE PERDEMOS O CORPO E CONTINUAMOS NA VIDA ALÉM DA SEPULTURA. PODERÍAMOS DIZER QUE A MORTE É UMA MUDANÇA DE ESTILO DE VIDA. AS EVIDENCIAS CIENTÍFICAS ESTÃO SEMPRE APONTANDO NESTE SENTIDO.
RECENTEMENTE A PRIMEIRA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE A INVESTIGAÇÃO PARANORMAL, REALIZADA NA UNIVERSIDADE DO COLORADO (USA), ENTRE 7-10 DE JULHO DE 1988, APÓS RIGOROSO EXAME, PUBLICOU EM SUA ATA UM MANIFESTO EM FAVOR DO RECONHECIMENTO CIENTÍFICO DA HIPÓTESE DA REENCARNAÇÃO.

12.     É POSSÍVEL PROVAR QUE A REENCARNAÇÃO EXISTE MESMO?
      EM CIÊNCIA USA-SE A EXPRESSÃO, ATÉ CERTO PONTO ESTRANHA " OS RESULTADOS SUGEREM QUE ", PORQUE O FORNECIMENTO DE UMA PROVA CIENTÍFICA, DE UMA HIPÓTESE, ESBARRA NUM NÚMERO APRECIÁVEL DE OUTRAS, QUE TAMBÉM PODERIAM EXPLICAR O FATO INVESTIGADO. É NECESSÁRIO DEPURAR VARIÁVEIS PARA CHEGAR-SE À HIPÓTESE MAIS PROVÁVEL, ÀQUELA CAPAZ DE MELHOR EXPLICAR O FENÔMENO. HOJE EM DIA A HIPÓTESE DA REENCARNAÇÃO EM SEU CONJUNTO É TÃO VIGOROSA QUE SE PODERIA CONSIDERAR COMO UMA PERVERSIDADE CONTINUAR PENSANDO EM OBJEÇÕES.
      EXAMINEMOS UM CASO DA LITERATURA CIENTÍFICA. O DR IAN STEVENSON, PSIQUIATRA E CHEFE DO DEPARTAMENTO DE PSIQUIATRIA E NEUROLOGIA DA UNIVERSIDADE DA VIRGÍNIA, USA,  APRESENTA NUM LIVRO INTITULADO XENOGLOSSY O CASO LYDIA JOHNSON. ESTE É UM RELATO DE XENOGLOSSIA RESPONSIVA, AQUELA QUE OCORRE QUANDO A PESSOA É CAPAZ DE RESPONDER NUMA LÍNGUA QUE NÃO LHE FOI PREVIAMENTE ENSINADA, REVELANDO DESTA MANEIRA UMA CAPACIDADE DE COMPREENDER A LINGUA FALADA.
      LYDIA, SOB HIPNOSE E REGRESSÃO DE MEMÓRIA, COMEÇOU A FALAR E OS PRESENTES NÃO CONSEGUIAM ENTENDER. LINGÜISTAS SUECOS FORAM CHAMADOS PARA TRADUZIR AS DECLARAÇÕES DE " JENSEN JACOBY", ELE FALOU EM SUECO MEDIEVAL, LÍNGUA TOTALMENTE ESTRANHA PARA LYDIA. PERGUNTAS FORAM FEITAS EM SUECO E RESPOSTAS FORAM DADAS EM SUECO DO SÉCULO XVI.  "SOU FAZENDEIRO","MORO NA CASA", QUE FICAVA"EM HANSEN".NA PERSONALIDADE DE JENSEN, LYDIA IDENTIFICOU UM MODELO DE NAVIO SUECO DO SÉCULO XVII, UM RECIPIENTE DE MADEIRA USADO NAQUELA ÉPOCA PARA MEDIR A QUANTIDADE DE GRÃOS, UM ARCO E FLECHA, E SEMENTES DE PAPOULA. NÃO SABIA, ENTRETANTO, USAR INSTRUMENTOS MODERNOS COMO ALICATES.
      ALÉM DA REENCARNAÇÃO AS HIPÓTESES PARA EXPLICAR O FENÔMENO FORAM: CLARIVIDÊNCIA ALIADA A PERSONIFICAÇÃO SUBCONSCIENTE; XENOGLOSSIA CLARIVIDENTE E HABILIDADES CLARIVIDENTES; E MEMÓRIA GENÉTICA. APÓS EXAUSTIVA DISCUSSÃO ESSAS HIPÓTESES FORAM AFASTADAS E SOMENTE SOBROU A REENCARNAÇÃO. DEPOIS DE EXAMINAR REALMENTE O CASO, É BEM POSSÍVEL QUE O LEITOR IMPARCIAL VENHA A CONSIDERAR A ACUSAÇÃO DE FRAUDE COMO UM CURIOSO RETROCESSO À ATITUDE DOGMÁTICA QUE HAVIA POR TRÁS DA RECUSA DOS CARDEAIS DA IGREJA ROMANA EM OLHAR PELO TELESCÓPIO DE GALILEU. EXAMINANDO O CASO O PESQUISADOR ROBERT ALMEDER, PhD E PROFESSOR ADJUNTO DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE DA GEORGIA, ASSEVERA QUE NO ESTADO ATUAL DAS COISAS HÁ UMA BOA RAZÃO PARA SE SUPOR QUE A HIPÓTESE DA REENCARNAÇÃO É A MELHOR EXPLICAÇÃO PARA DIVERSOS CASOS DOCUMENTADOS POR IAN STEVENSON.
      CABE AOS CÉTICOS PROPOR UMA EXPLICAÇÃO MELHOR, OU IGUALMENTE PLAUSÍVEL.
PELO MENOS UMA VANTAGEM POSSUI A VERTENTE MATERIALISTA DA CIÊNCIA, ELA AJUDA SEUS ADEPTOS A FICAREM TRANQUILOS, ASSEGURANDO-OS DE QUE NÃO EXISTE NADA NO ESCURO QUE OS POSSA ASSUSTAR.
O QUE ESTARÁ POR TRÁS DOS QUE, INCUMBIDOS DE LEMBRAR AOS HOMENS QUE SÃO UMA ALMA IMORTAL, COLOCAM TODA A SUA ENERGIA NO SENTIDO DE CONTESTAR AS EVIDÊNCIAS SUGESTIVAS DA IMORTALIDADE DA ALMA?

13.     A CIÊNCIA PODE CONDUZIR À RELIGIÃO OU É JUSTAMENTE O OPOSTO?

      O LIVRO "DEUS E A CIÊNCIA", EM 1991, ONDE OS IRMÃOS BOGDANOV, DOUTORES EM FÍSICA TEÓRICA, ENCONTRAM JEAN GUITTON, O MAIOR FILÓSOFO CRISTÃO-CATÓLICO VIVO NA FRANÇA, NOS QUESTIONA QUANTO AO POR QUE EXISTE ALGUMA COISA AO INVÉS DO NADA? POR MAIS QUE PROCUREMOS, APENAS TRÊS CAMINHOS - OS DA RELIGIÃO, DA FILOSOFIA E DA CIÊNCIA - SE ABREM A TAIS PERGUNTAS E ÀS EVENTUAIS RESPOSTAS QUE SUSCITAM.
      ESQUECENDO-SE DOS RESULTADOS OBTIDOS POR KARDEC, COM O MÉTODO DAS CIÊNCIAS SOCIO-MORAIS, DIZEM QUE "ÀTÉ AQUI, APENAS A RELIGIÃO E A FILOSOFIA, CADA UMA A SEU MODO, TENTARAM TRAZER RESPOSTAS AO HOMEM."  MAS QUE "NUM MUNDO CADA VEZ MAIS OCUPADO PELA CIÊNCIA E PELOS MODELOS DE PENSAMENTO QUE ESTA PRODUZ, PELA TECNOLOGIA E PELOS MODOS DE VIDA QUE DESTA DECORREM, O DISCURSO FILOSÓFICO PERDEU SUA ANTIGA FORÇA DE VERDADE.
      AMEAÇADO PELAS CIÊNCIAS HUMANAS, IMPOTENTE PARA PRODUZIR SISTEMAS IDEOLÓGICOS QUE FARIAM DELE, PELO MENOS, UM GUIA POLÍTICO, O FILÓSOFO PARECE PRESTES A PERDER SEU ÚLTIMO PRIVILÉGIO: O DE PENSARS." DIZ AINDA QUE "NO ENTANTO, CERTOS SINAIS PRECURSORES NOS DIZEM QUE CHEGOU O MOMENTO DE ABRIR NOVAS VIAS ATRAVÉS DO SABER PROFUNDO; DE BUSCAR, PARA ALÉM DAS APARÊNCIAS  MECANICISTAS DA CIÊNCIA, O TRAÇO QUASE METAFÍSICO DE ALGUMA COISA DIFERENTE, AO MESMO TEMPO PRÓXIMA E ESTRANHA, PODEROSA E MISTERIOSA, CIENTÍFICA E INEXPLICÁVEL: ALGO COMO DEUS, TALVEZ."
      "ESTAMOS NO LIMIAR DE UMA REVOLUÇÃO DE PENSAMENTO, DE UMA RUPTURA EPISTEMOLÓGICA NÃO EXPERIMENTADA PELA FILOSOFIA DESDE VÁRIOS SÉCULOS."
O LIVRO CITA O MÉDIUM-PESQUISADOR, QUE TRABALHAVA CONSCIENTEMENTE COM O MUNDO INVISÍVEL DOS MICRÓBIOS E INCONSCIENTEMENTE COM O MUNDO APARENTEMENTE INVISÍVEL DOS ESPÍRITOS, LOUIS PASTEUR: " POUCA CIÊNCIA AFASTA DE DEUS. MUITA, A ELE RECONDUZ."
      A FÍSICA QUÂNTICA TOCA DE MODO SURPREENDENTE A TRANSCENDÊNCIA, DESTA FORMA SURGE A QUESTÃO: " O PRÓPRIO DEUS NÃO ESTÁ, DESSE MOMENTO EM DIANTE, SENSÍVEL, QUASE VISÍVEL, NO FUNDO EXTREMO DO REAL DESCRITO PELO FÍSICO?"
      O DR. IGOR BOGDANOV DIZ QUE "A CONCLUSÃO A TIRAR DOS ARGUMENTOS DA CIÊNCIA MODERNA E QUE A RELIGIÃO SE TORNOU POSSÍVEL, PARA UM CIENTÍSTA RAZOÁVEL, POR VOLTA DE 1927" , QUANDO MUITOS DE NÓS NEM ÉRAMOS NASCIDOS.
      JEAN GUITTON ACRESCENTA: " O ANO DE 1927 É UM DOS MAIS IMPORTANTES NA HISTÓRIA DO PENSAMENTO CONTEMPORÂNEO. ELE MARCA A ARRANCADA DA FILOSOFIA METARREALISTA. É O ANO DO PRÍNCÍPIO DA INCERTEZA (HEISENBERG), DA TEORIA UNIFICADA DOS CAMPOS (EINSTEIN), DA FORMALIZAÇÃO DA TEORIA QUÂNTICA (CONGRESSO DE COPENHAGUE). E, INDAGA: "NÃO É SIGNIFICATIVO QUE ESSAS REVOLUÇÕES EPISTEMÓLOGICAS TENHAM SIDO PROVOCADAS POR HOMENS DE CIÊNCIA? GITTON CONCLUI QUE " OS PRÓPRIOS FILÓSOFOS DEVEM INTERROGAR-SE SOBRE A SIGNIFICAÇÃO PROFUNDA DESSAS REVOLUÇÕES, RESPONDENDO ESPECIALMENTE A ESTA PERGUNTA: O QUE É QUE A CIÊNCIA PROCURA NOS TRANSMITIR? QUAIS SÃO OS NOVOS VALORES QUE ELA PROPÕE E EM QUE CONTRIBUI PARA FORJAR UMA NOVA VISÃO DO MUNDO?".

14.     FALE SOBRE O TRÍPLICE ASPECTO DA DOUTRINA ESPÍRITA.

      O PROF. NEWTON G. DE BARROS, NO SEU MANUAL DE EDUCAÇÃO DE MÉDIUNS NOS DIZ QUE " O FATO MEDIÚNICO SOBE AO CAMPO DA FILOSOFIA QUANDO PROCURAMOS EXPLICAR OS GRAUS DA DIVERSIDADE E O NÍVEL DOS ESPÍRITOS QUE SE COMUNICAM. E QUE EXPLICAMOS A SUA MARCHA EVOLUTIVA ATRAVÉS DA REENCARNAÇÃO."    CERTA VEZ O ESPÍRITO EMMANUEL, MENTOR DE FRANCISCO CANDIDO XAVIER, RESPONDEU QUE EM ESPIRITISMO, A CIÊNCIA INDAGA, A FILOSOFIA CONCLUI E O EVANGELHO ILUMINA, RENOVANDO A ALMA PARA A ETERNIDADE. EM OUTRAS PALAVRAS A CIÊNCIA E A FILOSOFIA SÀO OS MEIOS E O EVANGELHO É O FIM.
      ISTO ME FAZ LEMBRAR A INSTITUIÇÃO UNIVERSITÁRIA, QUE AFASTADA DAS REALIDADES DO ESPÍRITO, HOJE POSSUI EM SEUS DEPARTAMENTOS MUITOS DOUTORES, MAS POUCOS SÁBIOS, COMO MODÊLOS PARA A EDUCAÇÃO DO HOMEM INTEGRAL.
      O MENTOR DE CHICO XAVIER DIZ QUE " NO ESFORÇO CIENTÍFICO E NA PERQUIRIÇÃO FILOSÓFICA, O HOMEM PODE GASTAR INDEFINIDO TEMPO À PROCURA DAS CAUSAS PROFUNDAS DO DESTINO E DO SER. NO EVANGELHO PORÉM, O CORAÇÃO E O CÉREBRO DESPERTAM PARA O CAMINHO DA PRÓPRIA SUBLIMAÇÃO. DENTRO DELE NÃO HÁ LUGAR PARA ILAÇÕES PROVISÓRIAS.

15.     O QUE É SER MÉDIUM?

      SOBRE MEDIUNIDADE KARDEC É QUEM OFERECE A EXPLICAÇÃO MAIS SIMPLES E CLARA: "É UMA FACULDADE HUMANA."  SER MÉDIUM É SER O INTERMEDIÁRIO ENTRE OS ESPÍRITOS DESENCARNADOS E O HOMEM (ESPÍRITO ENCARNADO). O FILÓSOFO-ESPÍRITA J. HERCULANO PIRES EXPLICA QUE NUMA SESSÃO ESPÍRITA OS INSTRUMENTOS SÃO OS MÉDIUNS (APARELHOS SENSIBILÍSSIMOS DA SUPERTECNOLOGIA DA NATUREZA) E OS INGREDIENTES SÃO AS VIBRAÇÕES MENTAIS E EMOCIONAIS DOS MÉDIUNS E DOS PARTICIPANTES DA REUNIÃO.
      ASSIM COMO O FÍSICO E O QUÍMICO OBTÉM OS RESULTADOS DESEJADOS, DESDE QUE AS CONDIÇÕES EXIGIDAS TENHAM SIDO CUMPRIDAS, OS ESPÍRITAS TAMBÉM, DENTRO DAS CONDIÇÕES NECESSÁRIAS, OBTÊM OS EFEITOS E OS FENÔMENOS QUE DESEJAM.
      A FÍSICA REVELOU A EXISTÊNCIA E O PODER DOS CAMPOS DE FORÇA, DOS FLUXOS DE ENERGIA, DAS CORRENTES ELÉTRICAS E MAGNÉTICAS E MOSTROU COMO PODEMOS PRODUZÍ-LOS, CONTROLÁ-LOS E APLICÁ-LOS. A CIÊNCIA ESPÍRITA FEZ O MESMO COM AS ENERGIAS MENTAIS, AFETIVAS, VOLITIVAS DA MENTE E DE TODO O PSIQUISMO HUMANO. UM ESPÍRITA ESTUDIOSO, CONHECEDOR DE SUA DOUTRINA E EXPERIENTE NAS PRÁTICAS MEDIÚNICAS, SABE COMO LIDAR COM ESSAS FORÇAS E COMO UTILIZÁ-LAS.

16.     É VERDADE QUE TODOS SOMOS MÉDIUNS?

      A MEDIUNIDADE, SENDO UMA FACULDADE DO ESPÍRITO, EXPRESSA NA ORGANIZAÇÃO SOMÁTICA DO HOMEM, É UMA FUNÇÃO FISIOPSICOLÓGICA. TODOS SOMOS MÉDIUNS, DE ALGUMA FORMA, NO ENTANTO, O BOM MÉDIUM É AQUELE QUE MANTÉM O SEU EQUILÍBRIO PSICOFÍSICO E PROCEDE NA VIDA DE MANEIRA A CRIAR PARA SI UM AMBIENTE ESPIRITUAL DE MORALIDADE, AMOR E RESPEITO PELO PRÓXIMO. A DIFICULDADE MAIOR ESTÁ EM FAZER O MÉDIUM COMPREENDER QUE, PARA TANTO, NÃO PRECISA TORNAR-SE SANTO, MAS PROCURAR SER UM HOMEM DE BEM.
      NÃO HÁ NECESSIDADE DE GASTAR SUAS ECONOMIAS NA COMPRA DE PASSAPORTE, COM LÍDERES RELIGIOSOS, PARA AS MANSÕES CELESTES.
      HERCULANO PIRES ESCREVEU QUE A RELIGIÃO ESPÍRITA NÃO COMPORTA LAMÚRIAS, NÃO EXIGE DOS ADEPTOS ATITUDES FORMAIS, VOZ MODULADA, GESTOS ARTIFICIAIS E ESTUDADOS, OLHARES LÂNGUIDOS E LAGRIMAS.

17.    COMO DESENVOLVER ESTA FACULDADE?

      O MÉDIUM DEVE SER ESTUDIOSO E AI É NECESSÁRIO O MAIS RIGOROSO CRITÉRIO BASEADO NOS LIVROS DE KARDEC. NO INÍCIO O  LIVRO DOS ESPÍRITOS DEVE SER CUIDADOSAMENTE ESTUDADO, ANTES DE QUALQUER EXERCÍCIO PRÁTICO, USAR AS INSTRUÇÕES PRÁTICAS SOBRE MANIFESTAÇÕES ESPÍRITAS E O LIVRO DOS MÉDIUNS. COMO A PRÁTICA DA CARIDADE É A MELHOR MANEIRA DE DESENVOLVER A MEDIUNIDADE É IMPRESCINDÍVEL PROCURAR COLOCAR EM EXERCÍCIO AS LIÇÕES DO EVANGELHO, SEGUNDO O ESPIRITISMO. VALE A PENA EXAMINAR O LIVRO DE LÉON DENIS "NO INVISÍVEL".

18.     O QUE DIZER  DOS MÉDIUNS QUE COBRAM CONSULTAS?

      MÉDIUNS VERDADEIRAMENTE ESPÍRITAS NADA COBRAM PELAS SUAS ATIVIDADES MEDIÚNICAS. NO LIVRO O PASSE E A ÁGUA FLUIDIFICADA, DA USEERJ, É LEMBRADA A ORIENTAÇÃO DO ESPÍRITO ANDRÉ LUIZ: NÃO COBRAR MONETARIAMENTE E NEM MORALMENTE. MESMO INDIRETAMENTE, NÃO DEVEMOS RETIRAR PROVEITO MATERIAL DAS PRODUÇÕES QUE OBTENHA. NÃO SE PODE TER A MEDIUNIDADE VINCULADA A INTERESSES MATERIAIS. ANDRÉ LUIZ RECOMENDA AINDA AO MÉDIUM ESQUIVAR-SE À SUPOSIÇÃO DE QUE DETÉM RESPONSABILIDADES OU MISSÕES DE AVULTADA TRANSCENDÊNCIA, RECONHECENDO-SE HUMILDE PORTADOR DE TAREFAS COMUNS, CONQUANTO GRAVES E IMPORTANTES, COMO AS DE QUALQUER OUTRA PESSOA. NESSE PARTICULAR FRANCISCO CANDIDO XAVIER OFERECE BOM EXEMPLO.
      HERCULANO PIRES DIZ QUE A MORAL MEDIÚNICA NÃO SE IMPÕE DE MANEIRA COERCITIVA OU AO TILINTAR DAS MOEDAS. COM ELA OS VENDILHÕES DO TEMPLO FORAM NOVAMENTE EXPULSOS. RESTABELECEU-SE O PRINCÍPIO EVANGÉLICO DO DAR DE GRAÇA O QUE DE GRAÇA SE RECEBEU. NEM UM SÓ DOS ATOS MEDIÚNICOS PODERIA SER PAGO, POIS NÃO SE VENDE O QUE NÃO SE POSSUI. ESSE É UM DOS PRINCÍPIOS MAIS EXIGENTES DA MORAL MEDIÚNICA. O MÉDIUM QUE A VIOLA DESRESPEITA AS PRÓPRIAS PALAVRAS DO CRISTO E SE FAZ LADRÃO PERANTE A PRÓPRIA CONSCIÊNCIA.
      UM MÉDIUM PAGO, MESMO DISCRETAMENTE, AMANHÃ VAI ENTREGAR-SE À FRAUDE, POIS SE NÃO PRODUZIR FENÔMENOS - O QUE NÃO DEPENDE DELE - PERDERÁ A CLIENTELA. NÃO SE TRATA DE UM PRINCÍPIO RELIGIOSO, MAS DE UMA MEDIDA ÉTICA EM DEFESA DA PUREZA DA PRÁTICA ESPÍRITA.

19.     O QUE É UM MÉDIUM DE CURA?

       NO LIVRO DOS MÉDIUNS KARDEC DIZ QUE ESTE GÊNERO DE MEDIUNIDADE CONSISTE, PRINCIPALMENTE, NO DOM QUE POSSUEM CERTAS PESSOAS DE CURAR PELO SIMPLES TOQUE, PELO OLHAR, MESMO POR UM GESTO, SEM O CONCURSO DE QUALQUER MEDICAÇÃO.
      PODEMOS CONSIDERAR QUE EXISTEM PESSOAS DOTADAS DE FORÇA MAGNÉTICA, MAS NÃO PODEMOS ESQUECER QUE UM MÉDIUM É INTERMEDIÁRIO ENTRE OS ESPÍRITOS E O HOMEM.  EMBORA A FORÇA MAGNÉTICA RESIDA NELE ELA É AUMENTADA PELA AÇÃO DOS ESPÍRITOS QUE LHE DIRIGE O FLUIDO E LHE DÁ AS QUALIDADES NECESSÁRIAS.

20.     PODEMOS OBTER CURAS UNICAMENTE POR MEIO DA PRECE?

      SIM, NO ENTANTO, É NECESSÁRIO CONSIDERAR QUE OS ESPÍRITOS POSSUEM OUTROS ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO E QUE O BEM DO DOENTE POSSA ESTAR, NA REALIDADE, EM SOFRER POR MAIS TEMPO E ENTÃO JULGAMOS QUE A PRECE NÃO FOI OUVIDA. OUTRO PONTO, QUE A EXPERIÊNCIA DEMONSTROU, É  QUE MESMO ENTRE OS MELHORES DOTADOS NÃO HÁ CURADORES UNIVERSAIS.
      A MEDIUNIDADE CURADORA É UMA APTIDÃO, PORÉM O RESULTADO EFETIVO INDEPENDE DA VONTADE DO MÉDIUM. INCONTESTÁVELMENTE SE DESENVOLVE, SOBRETUDO, PELA PRÁTICA DO BEM E DA CARIDADE. NÃO PODE TER A FIXIDEZ, NEM A PONTUALIDADE DE UM TALENTO ADQUIRIDO PELO ESTUDO, E DO QUAL SE É SEMPRE SENHOR, NÃO PODERIA TORNAR-SE UMA PROFISSÃO. PARA SE POUPAR DE FICAR INCURSO NO CÓDIGO PENAL, EXPLORAÇÃO  DA INGENUIDAFDE DO POVO; DA SUPERSTIÇÃO E DA MÁ-FE, A PESSOA DEVE REALIZAR O EXERCÍCIO DA MEDIUNIDADE SEM NADA PROMETER AOS DOENTES, SEM ANUNCIAR CURAS RETUMBANTES E SEM TIRAR DELAS PROVEITO.

21.     QUAL FINALIDADE DA EXISTÊNCIA DE MÉDIUNS CURADORES?

      O MÉDIUM DIVALDO PEREIRA FRANCO, DA BAHIA,  RESPONDEU QUE ERA A PRÁTICA DO BEM, DO AUXÍLIO AOS DOENTES E LEMBROU O APÓSTOLO PAULO QUE DIZIA: "UNS FALAM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS, OUTROS PROFETIZAM, OUTROS IMPÕEM AS MÃOS"...
      É O VEÍCULO DA MISERICÓRDIA PARA ATENDER A QUEM PADECE, DESPERTANDO-O PARA A REALIDADE DA VIDA MAIOR, A VIDA VERDADEIRA. APÓS A RECUPERAÇÃO DA SAÚDE, O PACIENTE JÁ NÃO TEM O DIREITO DE MANTER DÚVIDAS NEM SUPOSIÇÕES NEGATIVAS ANTE A REALIDADE DO QUE EXPERIMENTOU. CONCLUIU DIVALDO: " O MÉDIUM CURADOR É O INTERMEDIÁRIO PARA O CHAMAMENTO AOS QUE SOFREM, PARA QUE MUDEM A DIREÇÃO DO PENSAMENTO E DO COMPORTAMENTO, INTEGRANDO-SE NA ESFERA DO BEM.

22.  É NORMAL QUE MÉDIUNS SE UTILIZEM DE INSTRUMENTOS   CIRÚRGICOS?

      NÃO ME PARECE, MAS OS INSTRUMENTOS CIRÚRGICOS UTILIZADOS POR MÉDIUNS, QUE NÃO POSSUEM FORMAÇÃO ESPECÍFICA, PODEM SOLICITAR A CURIOSIDADE CIENTÍFICA DOS PESQUISADORS QUE AINDA SE ENCONTRAM NA ESFERA DA INCREDULIDADE DO FENÔMENO MEDIÚNICO. PODEM AINDA ATUAR NO CAMPO PSICOLÓGICO DOS DOENTES, QUE SE TORNAM DESTA FORMA AINDA MAIS RECEPTIVOS AO TRATAMENTO. NO ENTANTO, OS ESPÍRITOS MAIS EVOLUIDOS NÃO NECESSITAM UTILIZAR A TÉCNICA HUMANA SE ELES DISPÕEM DE TÉCNICAS SUPERIORES.

23. ENTÃO OS ESPÍRITOS PODEM ATUAR ATRAVÉS DE VÁRIOS MECANISMOS?

      SIM, TENHO OBSERVADO QUE OS ESPÍRITOS TÊM PROCURADO INTRODUZIR MODIFICAÇÕES. NO CAMPO DA PINTURA MEDIÚNICA ALGUNS JÁ NEM USAM PINCÉIS E OUTROS SUBSTITUIRAM O LAPIS E A MÁQUINA DE DATILOGRAFIA PELA TRANSCOMUNICAÇÃO ATRAVÉS DO COMPUTADOR.
      NA "FOLHA ESPÍRITA",  LEMOS  QUE O ESPÍRITO DR. KONSTANTIN RAUDIVE ANDA USANDO O "CELULAR". ESTE TIPO DE COMUNICAÇÃO PELO TELEFONE DEVE TER DEIXADO BASTANTE INTRIGADO O PROFESSOR CARLOS EDUARDO LUZ, DA FACULDADE DE ENGENHARIA E TECNOLOGIA DA UNESP.
      O PROFESSOR, QUE É ESPECIALISTA EM TELEFONIA E ACUSTICA, REALIZOU INVESTIGAÇÃO CRITERIOSA DAS VOZES GRAVADAS. PODE CONCLUIR QUE AS "VOZES DOS ESPÍRITOS SÃO DIFERENTES DAS HUMANAS". DIZ ELE: " O AUTO-ESPECTRUM DA PALAVRA "RAUDIVE", FALADA POR MIM, CONTEM O COMPONENTE FUNDAMENTAL DE 111 Hz, QUE É VALOR PRÓXIMO DAS ESTATÍSTICAS EM TELEFONIA, ENQUANTO QUE A PALAVRA "RAUDIVE" FALADA PELO ESPÍRITO DESTACA OS COMPONENTES DE 666 Hz E 1428 Hz NOS DOIS TELEFONEMAS REGISTRADOS. POR HIPÓTESE DE TRABALHO, CONFIGURA UMA ORIGEM PARA ESSAS VOZES NÃO COINCIDENTE COM A VOZ DE UMA ANATOMIA HUMANA, CONFORME CONHECEMOS."
      VOLTANDO ÀS TÉCNICAS EMPREGADAS PELOS MÉDIUNS DE CURA GOSTARIA QUE TODOS LEMBRASSEMOS DAS CURAS PRODUZIDAS POR JESUS E DIZER QUE KARDEC FAZ UMA EXCELENTE DISCUSSÃO DO ASSUNTO NO LIVRO "A GÊNESE".

24.     O CIENTISTA PODE SER MÉDIUM, PASTEUR ERA MÉDIUM?

      NO CAMPO DA CIÊNCIA O FENÔMENO MEDIÚNICO É MUITO MAIS FREQÜENTE DO QUE PODEMOS IMAGINAR. A MEDIUNIDADE INTUITIVA PODE SER ENCONTRADA EM EINSTEIN, MAS NA QUÍMICA COM KEKULÉ ELE É MUITO EVIDENTE, ISTO PORQUE NA ESTRUTURA QUÍMICA DO BENZENO, OS SEIS ÁTOMOS DE CARBONO SE ESTRUTURAM, COMO NO SEU DESDOBRAMENTO MEDIÚNICO OU SONHO REVELADOR, NUM "ANEL BÊNZÊNICO".
      EM C. G. JUNG O FENÔMENO É RIQUÍSSIMO. A MEDIUNIDADE É FENÔMENO UNIVERSAL E NÃO FICA RESTRITA AOS AMBIENTES ESPÍRITAS. ESTA UNIVERSALIDADE TEM FEITO MUITAS PESSOAS CONFUNDIREM MEDIUNISMO COM ESPIRITISMO.

25.     A PROPÓSITO DO QUE FOI DITO, GOSTARIA DE SABER POR QUE NÃO VEMOS COMUNICAÇÕES DE CABOCLOS OU DE PRETOS-VELHOS, NAS SESSÕES ESPÍRITAS?

      A PERGUNTA NOS FAZ LEMBRAR O PROBLEMA DO LEPROESTÍGMA, QUE ACOMPANHA ATÉ HOJE OS DOENTES DE HANSENÍASE. MESMO ENTRE OS PROFISSIONAIS DE SAÚDE EXISTEM AQUELES QUE NÃO ENTENDEM A IMPORTÂNCIA DESTA DISCUSSÃO. EMBORA O GOVERNO BRASILEIRO TENHA PROIBIDO O TÊRMO LEPRA, NOS DOCUMENTOS OFICIAIS, MUITOS DIZEM NÃO ENTENDER E SE JUSTIFICAM DIZENDO QUE LEPRA OU HANSENÍASE TANTO FAZ, PORQUE NO FUNDO SÃO A MESMA COISA. MAS, ISTO NÃO É VERDADE SE OLHARMOS PELA JANELA DA PSICOIMUNOLOGIA E DA PEDAGOGIA.
      CANDOMBLÉ, UMBANDA, MACUMBA, MOCAMBO, KARDECISMO E ESPIRITISMO NÃO É TUDO A MESMA COISA.
O ESPIRITISMO É UM CORPO DE DOUTRINA TRAZIDO PELOS ESPÍRITOS.  NÃO É ESPIRITISMO O QUE ESTÁ EM CONTRADIÇÃO COM A CODIFICAÇÃO.  EM OUTRAS PALAVRAS, O QUE ESTÁ EM DESACORDO COM O QUE FOI ENSINADO PELOS ESPÍRITOS AO PROFESSOR RIVAIL.
      O PRÓPRIO ALLAN KARDEC REJEITOU A DENOMINAÇÃO DE KARDECISMO EXPLICANDO QUE A DOUTRINA NÃO ERA UMA ELABORAÇÃO PESSOAL DELE, MAS O RESULTADO DAS PESQUISAS E DOS ESTUDOS DAS MANIFESTAÇÕES DOS ESPÍRITOS. É VERDADE QUE O PESQUISADOR SUBMETEU AS COMUNICAÇÕES RECEBIDAS A RIGOROSO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO EXPERIMENTAL E AINDA CRIOU METODOLOGIA ESPECÍFICA, AJUSTANDO-A À NATUREZA ESPECÍFICA DO OBJETO SUBMETIDO À PESQUISA, DE MODO A OBTER RESULTADOS SIGNIFICATIVOS.
      EM RELAÇÃO AOS QUATRO PRIMEIROS É COMUM A IGNORÂNCIA ATÉ MESMO DOS UNIVERSITÁRIOS, COMO SOCIÓLOGOS, ANTROPÓLOGOS, PSICÓLOGOS E MÉDICOS QUE USAM NAS SUAS COMUNICAÇÕES A CONGRESSOS, EM TRABALHOS DE PESQUISAS A PALAVRA ESPIRITISMO PARA DESIGNAR AS MANIFESTAÇÕES MEDIÚNICAS OU ANÍMICAS.
      COMO SE PODE PERCEBER A RESPOSTA REQUER DESDOBRAMENTOS QUE NÃO CABERIAM NESTA HORA.
      TODA EXPRESSÃO RELIGIOSA É MERECEDORA DE APREÇO E CONSIDERAÇÃO, NO ENTANTO A MEDIUNIDADE É UMA FACULDADE HUMANA, MAS O SEU PORTADOR NÃO É POR ISSO ESPÍRITA. PELO FATO DE NO MOVIMENTO DE QUALQUER RELIGIÃO OCORREREM PRÁTICAS MEDIÚNICAS ISTO NÃO NOS AUTORIZA A DENOMINA-LO DE MOVIMENTO ESPÍRITA E ACREDITAMOS QUE ESTES MOVIMENTOS POSSUEM SUAS DEFINIÇÕES, SUAS PRÓPRIAS CARACTERÍSTICAS, E, TAMBÉM POR ISSO, NÃO DEVEM DESEJAR O ENQUADRAMENTO NESTA OU NAQUELA DENOMINAÇÃO.

26.     O QUE DIZER AOS QUE FALAM EM PRECONCEITOS?

      COM RELAÇÃO AOS TIPOS DE ESPÍRITOS, BRANCOS, NEGROS, VELHOS, NOVOS, AMARELOS, INDIOS, CABOCLOS LEMBRAMOS QUE AS SESSÕES MEDIÚNICAS ESPÍRITAS SÃO ABERTAS AOS DESENCARNADOS PARA O ATENDIMENTO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS. OS ESPÍRITOS PODEM MANTER AS CARACTERÍSTICAS QUE DESEJAREM EM TERMOS DE APRESENTAÇÃO EXTERIOR PERISPIRITUAL, CHAMADO DE CORPO CELESTE PELO APÓSTOLO PAULO. MUITOS DELES TÊM ASSIM SE APRESENTADO SEM SE EXPRESSAREM DE FORMA CONFUSA E SEM TREJEITOS, ADAPTANDO-SE ÀS DISCIPLINAS SUGERIDAS PELO ESPIRITISMO. SÓ NÃO AS ATENDEM QUANDO SEUS MÉDIUNS COM ELAS AINDA NÃO CONCORDAM.
      NÃO HÁ POR PARTE DOS ESPÍRITAS, NENHUMA FORMA DE PRECONCEITO, NEM COM O MÉDIUM NEM COM A ENTIDADE DESENCARNADA, ATÉ PORQUE O QUE VALE NO ESPÍRITO NÃO É A SUA QUALIFICAÇÃO SOCIAL, MAS A SUA CONDIÇÃO MORAL.


27.     E O QUE DIZEM AS ENTIDADES?

      CERTA VEZ UM ESPÍRITO QUE SE APRESENTAVA COMO ESCRAVO, MAS QUE REVELAVA GRANDE CONHECIMENTO DOUTRINÁRIO, INFORMOU AO FARMACÊUTICO CAIRBAR SCHUTEL, QUE HAVIA SIDO UM MÉDICO HOLANDÊZ, EM REENCARNAÇÃO ANTERIOR. PORÉM FOI COMO NEGRO-ESCRAVO QUE APRENDERA A DESENVOLVER A VIRTUDE DA HUMILDADE E DESTA FORMA PREFERIA MANIFESTAR-SE COMO TAL. UM OUTRO DISSE À MEDIUM IVONE PEREIRA QUE NÃO GOSTARIA DE APRESENTAR-SE COMO BANDOLEIRO, ASSALTANTE E ASSASSINO, QUE TINHA SIDO NAS CIVILIZAÇÕES DITAS REFINADAS.
COMO VEMOS AS MOTIVAÇÕES PODEM SER AS MAIS DIVERSAS
      O MÉDIUM RAUL TEIXEIRA, ORADOR ESPÍRITA, COMENTOU QUE EMBORA NÃO HAJA PRECONCEITO NAS SESSÕES ESPÍRITAS PROCURA-SE UM EQUILÍBRIO ENTRE O RESPEITO ÀS ENTIDADES, À MEDIUNIDADE E À DOUTRINA ESPÍRITA, BUSCANDO A COERÊNCIA COM A VERDADE QUE JÁ IDENTIFICAMOS.

28.          ASTROLOGIA: SIM OU NÃO?  Você acredita em horóscopo?

COMO KARDEC SE POSICIONOU FRENTE À ASTROLOGIA?  O CODIFICADOR MANIFESTOU-SE CONTRÁRIO EM “A GÊNESE”, O LIVRO FINAL DA CODIFICAÇÃO QUE POSSUI TESES DE CIÊNCIA.
SENDO A CIÊNCIA O CONHECIMENTO ORDENADO DO MUNDO EM QUE VIVEMOS O SEU OBJETIVO TERMINA NA SATISFATÓRIA EXPLORAÇÃO DESSE CONHECIMENTO.
O JORNAL ESPÍRITA, NOVEMBRO DE 1991, COLOCA UMA “CHARGE”QUE MOSTRA DOIS HOMENS SOB UM DIA ENSOLARADO, ONDE UM DELES DIZ: “VOCÊ JÁ PERCEBEU COMO AS PREVISÕES ESTÃO NA MODA?  NUMEROLOGIA, TARÔ, BÚZIOS, ETC ?  É POR CAUSA DA CRISE, CLARO!  QUER MAIORES EXPLICAÇÕES?“.
O PAPEL DA CIÊNCIA NA SOCIEDADE É LIBERTAR O HOMEM DA IGNORÂNCIA, MEDOS, SUPERSTIÇÕES, ETC.
A REVELAÇÃO ESPÍRITA POSSUI DUPLO CARÁTER.  NÃO É O RESULTADO DA INICIATIVA DO HOMEM, MAS NÃO O DISPENSA DA PESQUISA CIENTÍFICA.  ESTA ÚLTIMA POSSUI SEU MÉTODO, QUE EM OPOSIÇÃO AO ACASO, CONSISTE NO USO SISTEMÁTICO E ORGANIZADO DAS FACULDADES MENTAIS NO SENTIDO DA COMPREENSÃO COERENTE DO FENÔMENO INVESTIGADO.
A CIÊNCIA TAMBÉM É OBRA COLETIVA O QUE DETERMINA COMPORTAMENTOS QUE PRECISAM ESTAR RESPALDADOS POR UMA ESCALA DE VALORES ÉTICO-MORAIS.  A CIÊNCIA SEM VALORES É RISCO DE DESTRUIÇÃO.  UM EXEMPLO É O SOFRIMENTO DAS CRIANÇAS HEMOFÍLICAS CONTAMINADAS PELA COMERCIALIZAÇÃO CRIMINOSA DO SANGUE CONTENDO VÍRUS HIV.  SE NÃO COMPREENDEM PORQUE SÃO HEMOFÍLICAS, COMO EXPLICAR-LHES PORQUE TÊM AIDS?
ESTA ESCALA DE VALORES ÉTICO-MORAIS, ESTE CÓDIGO DE ÉTICA CIENTÍFICA ESTÃO NO EVANGELHO, NO ENTANTO, A SUA MELHOR APREENSÃO SE FAZ MAIS SATISFATORIAMENTE NA INFÂNCIA, VALE O ESFORÇO DE EVANGELIZAÇÃO-ESPÍRITA INFANTO-JUVENIL.  VER ARTIGOS “VACINAÇÃO – DESAFIO DE URGÊNCIA” E “SUICÍDIO INFANTIL” IN: REFORMADOR, 1823, FEVEREIRO E 1833, DEZEMBRO DE 1981.
COM A DOUTRINA ESPÍRITA, A HUMANIDADE DEVE ENTRAR NUMA FASE NOVA, A DO PROGRESSO MORAL, QUE LHE É CONSEQUÊNCIA INEVITÁVEL.
A COEXISTÊNCIA PACÍFICA ENTRE A CIÊNCIA E A RELIGIÃO SURGE ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DO MÉTODO CIENTÍFICO.  OS HOMENS DE CIÊNCIA SE DIVIDEM EM TRÊS CLASSES: OS EGOÍSTAS E OS VAIDOSOS, QUE COM DESDÉM RECUSAM-SE A REVISAR SUAS ESTRUTURAS IDEOLÓGICAS CRISTALIZADAS, E OS CORAJOSOS.  ESTES ÚLTIMOS, COMO KARDEC, APLICARAM O MÉTODO CIENTÍFICO, DESCOBRIRAM E NÃO TEMERAM PROCLAMAR QUE A MORTE DO CORPO NÃO DESTRÓI A INDIVIDUALIDADE, NEM IMPEDE A COMUNICABILIDADE MEDIÚNICA OU TECNOLÓGICA.
ESTAS E OUTRAS DESCOBERTAS SÃO PERNICIOSAS PARA MUITOS RELIGIOSOS OU NÃO, E PRECISAM SER NEGADAS, ABAFADAS OU CONFUNDIDAS.  PARA MANTER O “STATUS QUO”, ESTES MEMBROS DA SOCIEDADE PRECISAM DE CONSUMISTAS.  QUANDO O HOMEM TOMA VERDADEIRA CONSCIÊNCIA DO QUE VEM A SER A SUA MORTE E PASSA A COMPREENDER O VERDADEIRO SENTIDO DA VIDA, SEU CONSUMISMO VAI CAINDO A ZERO, O QUE NÃO CONVÉM A ESTE SISTEMA.
NESSE TIPO DE SOCIEDADE, “RELIGIOSA”, MATERIALISTA E CONSUMISTA O INDIVÍDUO SENTE A ANGÚSTIA E MEDO DA MORTE E PASSA A TER MEDO DA VIDA.  NA REALIDADE SÃO PESSOAS QUE NÃO TEM CONSCIÊNCIA NEM DE UMA NEM DE OUTRA.  SEUS INCONSCIENTES COSTUMAM DEVOLVER ESSAS ANGÚSTIAS EM FORMA DE TABAGISMO, ALCOOLISMO, OBESIDADE, ÚLCERA, ETC.  DA NOÇÃO DE IMORTALIDADE, BASE DA DOUTRINA do cristo, depende toda a nossa conduta.  por isso é que jesus e outros espíritos superiores a demonstraram.
como explorar este conhecimento?
os mais crédulos caem facilmente nas mãos das inescrupulosas “videntes espíritas” que não são videntes e de espíritas não têm nada.  usam e abusam do neologismo criado por kardec porque no brasil a palavra espírita lhe confere uma máscara de idoneidade moral.  médiuns espíritas verdadeiros não vivem às custas da mediunidade.

“você já percebeu como as previsões estão na moda?  numerologia, tarô, búzios, etc, etc ?  é por causa da crise, claro!”.
a astrologia já foi examinada cientificamente? 
o físico shawn carlson da califórnia, universidade de berkeley, resolveu examinar as previsões astrológicas.  shawn testaria o mapa astral como indicador de traços gerais da personalidade humana, das tendências de temperamento e comportamento e ainda como indicador dos principais acontecimentos que iriam marcar a vida dos indivíduos.
a diferença desta de outras pesquisas feitas no passado, que também obtiveram os mesmos resultados, foi que este estudo realizou-se com a colaboração de uma organização de astrólogos, o national council for geocosmic research (ncgr).
A ncgr escolheu conselheiros que auxiliaram o físico shawn na definição dos passos da pesquisa.  concordaram com o ensaio duplo cego, isto é, separação dos sujeitos em grupo de teste e grupo de controle, sem que os experimentadores, os sujeitos ou os astrólogos soubessem quem estava num ou outro.  a construção dos mapas astrais contou com o trabalho do próprio presidente e do secretário da organização.
os cientistas cuidaram para que os testes fossem definidos de forma a permitir uma interpretação estatística inquestionável dos resultados. 
antes da realização das experiências os astrólogos colaboradores afirmaram que obteriam no mínimo 50% de respostas corretas.  os estatísticos que participaram do projeto indicaram o percentual de 33% de acertos que poderiam ser obtidos pelo acaso.  um percentual em torno de 33% colocaria a astrologia em sérias dificuldades, uma vez que os astrólogos teriam sua tese refutada.
o resultado da ainda recente pesquisa pode ser encontrado na revista científica britânica “nature” de 5 de dezembro de 1985.
os resultados obtidos pelos astrólogos se mantiveram estatisticamente compatíveis com as respostas ao acaso, isto é, predições erradas.  seus resultados excluiram qualquer influência astral.
pode-se concluir que uma pesquisa onde foram asseguradas todas as posssibilidades de resultados satisfatórios, realizada de forma correta e imparcial, contando ainda com a própria participação dos astrólogos, levou-os a uma posição extremamente desconfortável.  eles não conseguiram ir além do índice de acerto previsto pelo puro acaso.
não sabemos se os astrólogos e principalmente seus clientes ficaram convencidos, mas certamente outros interesses devem estar envolvidos.
é verdade que cabe ao cientista analisar os fundamentos reais ou apregoados por determinadas práticas, no entanto o que se observa é que não é feita a socialização dos seus resultados e os interesses comerciais envolvidos são engenhosos na contra-informação.
hoje, no bojo de diversos, encontramos um movimento que se coloca contra a própria ciência.  como interesses pouco transparentes trazem de volta crendices e superstições, estimuladoras de um mercado consumidor, aceito até entre aqueles de escolaridade superior.
esperamos que o veículo de comunicação espírita continuem a desfazer confusões com essas práticas estranhas, confusões muitas vezes provocadas por incrédulos ou fanáticos religiosos com objetivos escusos. 
com relação à astrologia achamos que o método científico vem oferecendo excelente contribuição desde laplace com seu cálculo das propabilidades matemáticas. 
com relação à doutrina espírita relembramos que não são passivos os verdadeiros espíritas e, apesar da existência da revelação divina, não estamos dispensados da científica.

RESPOSTAS BASEADAS PRINCIPALMENTE NAS SEGUINTES REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

      1. “Aurora”, Revista de Cultura Espírita, Ano XIII, no 47, set/1992, pág. 17.

      2. BARROS, N. G. 1980. MANUAL DE EDUCAÇÃO DE MÉDIUNS (VADE MECUM), VOLUME 2, 29 P. COLEÇÃO SCHEILA, NOVA IGUACU, RJ.

      3. GUITTON, j.; BOGDANOV, G. & BOGDANOV, I. 1991. DEUS E A CIÊNCIA. EM DIREÇÃO AO METARREALISMO. 158 P. TERCEIRA EDIÇÃO. NOVA FRONTEIRA S.A. RJ.

      4. KARDEC, A. O ESPIRITISMO EM SUA EXPRESSÃO MAIS SIMPLES. EDIÇÕES FEESP (1979). 60 P. PRIMEIRA EDIÇÃO. SP. SP.

      5. KARDEC, A. 1857. O LIVRO DOS ESPÍRITOS. 494 P. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA (FEB). RJ. RJ.
      Ë  um Tratado de Filosofia Espiritualista, o livro básico da Codificação, nele Kardec tem respondidas pelos espíritos 1019 perguntas cuidadosamente elaboradas por ele. É dividido em quatro partes, fala da imortalidade da alma; a natureza dos espíritos e suas relações com os homens; as leis morais e o futuro da humanidade. Do seu desdobramento surgiram os outros livros da codificação. Foi publicado em 18 de abril de 1857.


      6. KARDEC, A. 1859. O QUE É O ESPIRITISMO. 156 P. LIVRARIA ALLAN KARDEC EDITORA. SP. SP..
      Publicado em 1859 contém respostas às principais objeções que nos fazem os que desconhecem a Doutrina Espírita e/ou os que lhe são adversários, É uma exposição dos princípios da Doutrina dos Espíritos.

      7. KARDEC, A. 1861. O LIVRO DOS MÉDIUNS. 488 P. FEB.
      É o desdobramento da segunda parte de "O Livro dos Espíritos". Discute todos os gêneros de manifestações mediúnicas, os meios de comunicação com o mundo invisível dos espíritos ( por exemplo, com os nossos entes queridos que já partiram), a educação  da mediunidade e as dificuldades que se possa encontrar na sua prática. É talvez o primeiro livro de Psicologia Experimental publicado e surgiu em 15 de janeiro de 1861.

      8. KARDEC, A. 1864. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO. 415 P. FEB.
      Publicado em 20 de agosto de 1864 corresponde à terceira parte de "O Livro dos Espíritos". É o desenvolvimento da parte moral dos ensinamentos de Jesus, analisados à luz dos resultados das pesquisas experimentais espíritas, estimulando-nos a transformar a sociedade transformando-nos em primeiro lugar, na vivência de suas máximas no dia a dia.

      9. KARDEC, A. 1865. O CÉU E O INFERNO. 425 P. FEB.
      É denominado também de "A Justiça Divina segundo o Espiritismo". Desenvolve a quarta parte de "O Livro dos Espíritos". Oferece um exame cuidadoso de todas as teorias sobre o pós-morte. Discute o Céu, o Inferno, os Anjos, os Demônios e ainda traz depoimentos de espíritos que se comunicaram na época falando de suas situações após a morte do corpo físico, que não matou a consciência, não matou a vida, que de alguma forma continuou em outra dimensão. Foi publicado em primeiro de outubro de 1865.

      10. KARDEC, A. 1868. A GÊNESE. 421 P. FEB.
Editado em janeiro de 1868, desenvolve a primeira parte de "O Livro dos Espíritos" discutindo temas como as Características (divina e científica) da Revelação Espírita, a Existência de Deus e seus atributos, a origem do Bem e do Mal, a Evolução da vida na Terra, a gênese orgânica e a espiritual, a Reencarnação, a gênese Mosaica, os" "Milagres" do Evangelho numa nova ótica;   estuda o perispírito,  as predições e o porvir da humanidade.

      11. FRANCO, D. P. 1978. VIAGENS E ENTREVISTAS. ORGANIZADO POR YVON DE ARAÚJO LUZ. RJ. LAR FABIANO DE CRISTO. 148 P. EDITADO PELA LIVRARIA ESPÍRITA "ALVORADA" - EDITORA.

      12. FRANCO, D. P & TEIXEIRA, J. R. 1990. DIRETRIZES DE SEGURANÇA. 94 P. EDITORA FRÁTER LIVROS LTDA. NITERÓI. RJ.

      13. PIRES, J. H. 1978. MEDIUNIDADE (VIDA E COMUNICAÇÃO). PRIMEIRA EDIÇÃO. 159 P. EDITORA CULTURAL ESPÍRITA EDICEL LTDA. SP. SP.

      14. PIRES, J. H. 1979. CIÊNCIA ESPÍRITA E SUAS IMPLICAÇÕES TERAPÊUTICAS. PRIMEIRA EDIÇÃO. 144 P. EDITORA PAIDÉIA LTDA. SP. SP.

      15. TIMPONI, M. 1959. A PSICOGRAFIA ANTE OS TRIBUNAIS. QUINTA EDIÇÃO. 408 P. FEB. RJ. RJ.

      16. USEERJ. CONSELHO ESTADUAL ESPÍRITA. 1993. O PASSE E A ÁGUA FLUIDIFICADA NA REUNIÃO DE ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL. 62 P. RJ. RJ.
























Nenhum comentário:

Postar um comentário